.Marmitex da Cleia

.Marmitex da Cleia

leo artes

leo artes

sexta-feira, 13 de fevereiro de 2015

VÍDEO: SECRETÁRIA KALINA LEITE FALA SOBRE IMPLANTAÇÃO DE REAJUSTE E A CONVOCAÇÃO DOS 824 CONCURSADOS


Um pequeno sacrifício


…para Deus tudo é possível. —Marcos 10:27

Leitura: Marcos 10:17-27
A Bíblia em um ano: Levítico 14;Mateus 26:51-75
Ao aguardarmos cheios de expectativas a celebração da Páscoa, começo a pensar sobre o sacrifício que Jesus fez para que eu pudesse ter a reconciliação com Deus. Para me ajudar a refletir sobre o que Ele renunciou por mim, faço um pequeno sacrifício pessoal. Quando me abstenho de algo que normalmente aprecio, cada desejo por aquela comida ou bebida ou passatempo lembra-me do quanto mais Jesus renunciou por mim.
Porque desejo ter êxito, minha tendência é renunciar alguma coisa que não seja uma grande tentação para mim. Ainda assim, falho. Minha incapacidade em ser perfeita em uma coisa pequena assim me lembra o motivo de a Páscoa ser tão importante. Se pudéssemos ser perfeitos, Jesus não precisaria ter morrido.
O jovem rico que Jesus encontrou ao longo da estrada da Judeia, tentava receber a vida eterna sendo bom. Jesus, no entanto, sabendo que o homem nunca poderia ser bom o bastante, disse, “…Para os homens [salvação] é impossível; contudo, não para Deus…” (Marcos 10:27).
Mesmo que renunciar a algo não torne ninguém bom, a renúncia nos lembra de que ninguém é bom, exceto Deus (v.18). E é importante lembrar-se de que esse é o motivo do sacrifício do Deus bom e perfeito que tornou possível a nossa salvação.
— Julie Ackerman Link                                                               Fonte:  Pão Diário


Jesus sacrificou a Sua vida pela nossa.

terça-feira, 10 de fevereiro de 2015

Carnaval: Governo garante pagamento antecipado de diárias operacionais para polícia

As diárias operacionais dos policiais que atuarão durante o Carnaval estão garantidas. É o que afirma a Secretaria de Segurança Pública e da Defesa Social do estado. Além das diárias antecipadas, também estão garantidos os recursos para o pagamento do mês das atividades extras durante o mês de janeiro. Ao todo, o Governo garante o repasse de R$ 1,1 milhão em diárias até a sexta-feira (13).
Alex RégisSecretária Kalina Leite solicitou o repasse dos recursos para a antecipação do pagamento das diáriasSecretária Kalina Leite solicitou o repasse dos recursos para a antecipação do pagamento das diárias

Em relação às diárias do mês de janeiro, foram repassados R$ 395,4 mil para a Polícia Militar, R$ 95,9 mil para a Polícia Civil e R$ 60,3 mil para o Corpo de Bombeiros Militar. Para o Carnaval, foi feito o pagamento de R$ 595,4 mil para a Polícia Militar, R$ 78 mil para o Corpo de Bombeiros e R$ 86,9 mil para a Polícia Civil.

A partir da tarde desta terça-feira (10), os recursos já começarão a ser depositado na conta bancária dos agentes de segurança pública. A liberação do pagamento está sendo efetivada conforme apresentação das planilhas dos órgãos que compõem a Sesed. A expectativa é que até a próxima sexta-feira todas as diárias operacionais sejam pagas.

Plano  
A secretária Kalina Leite apresentará na quinta-feira (12), às 8:30h, o Plano da Segurança Pública (Policia Militar, Policia Civil, Corpo de Bombeiros e Itep) para desenvolver a Operação “Carnaval Mais Seguro”. A apresentação será realizada no auditório do Centro Integrado de Operações de Segurança Pública (Ciosp), localizado na Escola de Governo, no Centro Administrativo, em Natal.
TRIBUNA DO NORTE

sexta-feira, 2 de janeiro de 2015

A SEGURANÇA PÚBLICA NO DISCURSO DO GOVERNADOR ROBINSON FARIA



Na Segurança; a implantação da Ronda Cidadã, já testada e confirmada em vários lugares do mundo. Onde não deu certo, exceção, o insucesso foi resultado de causas alheias ao espírito do programa. Humanização do servidor da segurança.
No caso dos militares, corrigir o absurdo de dez anos sem promoção. Revisão do Estatuto da Polícia Militar. Aparelhamento técnico e humano da Polícia Civil. Cobrar das polícias, após cuidar dos seus direitos legítimos, o retorno do seu trabalho e entusiasmo na proteção à sociedade.
Essa proteção é um direito inarredável do cidadão comum. Haverá, por parte do governo, uma cobrança diária e exigência hierárquica desse trabalho, que é dever do poder público.
CB Heronides.