segunda-feira, 15 de junho de 2015

RN teve 1.120 veículos roubados ou furtados nos últimos três meses

Fonte: Portal BO
 Uma das maiores preocupação do cidadão potiguar, na atualidade, é com a insegurança. E, dentro dessa área, a modalidade criminosa que mais preocupa talvez seja o roubou ou furto de veículos. E não é por acaso. Para se ter uma ideia, somente nos últimos três meses, o Rio Grande do Norte teve um total de 1.120 veículos roubados ou furtados, sendo 590 carros e 530 motocicletas.
Os dados, que representam uma média de aproximadamente 12 veículos por dia, são da Delegacia Especializada em Defesa e Propriedade de Veículos e Cargas. Ainda de acordo com as estatísticas da Deprov, desse montante de veículos roubados em março, abril e maio, 613 foram recuperados.
A reportagem do Portal BO conversou com o delegado Márcio Delgado Varandas, titular da Deprov, e ele reconheceu que os números são exorbitantes, mas disse que a equipe vem atuando constantemente em localizar esses veículos.
“Infelizmente, nossa equipe é muito pequena para toda essa demanda. São apenas oito ou nove policiais para combater esses tipos de crimes em todo o Estado. Mesmo, nesses últimos meses, conseguimos aumentar o percentual deveículo recuperados”, disse.
As cidades com maior incidência de furto e roubos de veículos nesse período foram: Natal (572), Parnamirim (235), Macaíba (46), São Gonçalo do Amarante (32), Extremoz (18), São José de Mipibu (16) e Ceará-Mirim (12).

http://www.pmdecurraisnovos.com/

SENADO FEDERAL: Projeto de Lei que tipifica como crimes hediondos homicídios contra policiais vai à sanção presidencial


O assassinato de policiais civis, militares, rodoviários e federais, além de integrantes das Forças Armadas, da Força Nacional de Segurança e do Sistema Prisional, seja no exercício da função ou em decorrência do cargo ocupado, agora será considerado crime hediondo e qualificado. É o que determina o Projeto de Lei da Câmara (PLC) 19/2015, aprovado pelo Plenário do Senado na tarde desta quinta-feira (11). O texto já havia sido aprovado na Câmara dos Deputados no final de março e agora segue para sanção.

Do deputado federal Leonardo Picciani (PMDB-RJ), o projeto altera o Código Penal (Decreto-Lei 2.848/1940) e a Lei dos Crimes Hediondos (8.072/1990) para qualificar o delito. O agravamento da pena previsto no texto alcança o crime praticado contra o cônjuge, companheiro ou parente até 3º grau do agente público de segurança, quando o ilícito for motivado pela ligação familiar. Em todos esses casos, a pena será de reclusão de 12 a 30 anos. Hoje, a pena de homicídio simples varia de seis a 20 anos de prisão. O projeto estabelece também que a lesão corporal cometida contra agentes de segurança em serviço, e seus parentes, será aumentada de um a dois terços.
A proposta tramitou em regime de urgência no Senado – o que permite o projeto avançar etapas e prazos. Por isso, o relator da Comissão de Constituição, Justiça e Cidadania (CCJ), senador Alvaro Dias (PSDB-PR), adiantou seu voto favorável ainda na quarta-feira, no Plenário.
O presidente do Senado, Renan Calheiros, destacou que o projeto é fruto de um acordo no Senado e classificou a matéria como um avanço para a segurança pública do país. Segundo Renan, a proposta não vai resolver por completo a questão da violência, mas representa um “passo importante”. Ele acrescentou que a segurança pública pede ações profundas como a repactuação das responsabilidades e a definição de fontes permanentes para o setor.
– Há uma cobrança muito forte da sociedade. O Parlamento há anos estava devendo avanços sobre esse assunto – afirmou Renan.

sábado, 13 de junho de 2015

13º: Governo confirma pagamento de 40% para o dia 19.


O Governo do Estado vai pagar antecipadamente em 19 de junho a primeira parcela do 13º salário aos servidores estaduais. O montante equivale a 40% do benefício para o funcionalismo, o dobro do percentual pago em agosto de 2014. A antecipação do 13º vai significar no mês de junho uma injeção de R$ 411.937.771,00 na economia do Rio Grande do Norte num momento em que o país atravessa uma grave crise econômica. Os dados são da Secretaria de Estado do Planejamento e das Finanças (SEPLAN), somados o benefício (R$ 143.324.082,12) e a folha de maio (R$ 268.613.689,00). Ao todo, 102.984 servidores da ativa, aposentados e pensionistas, da Administração Direta e Indireta, receberão o adiantamento.

O pagamento antecipado da primeira parcela do 13º salário é um compromisso assumido pelo governador Robinson Faria de valorizar os servidores estaduais. Mesmo diante do caos financeiro encontrado no início da atual gestão, com dívidas chegando a quase R$ 1 bilhão, e um cenário macroeconômico delicado, em que as transferências federais têm sido frustradas mês a mês, o empenho da equipe econômica liderada pelo governador foi fundamental para beneficiar mais de 100 mil trabalhadores.
“A antecipação do 13º salário é mais um compromisso assumido e cumprido pelo nosso governo. Não medimos esforços para atender as necessidades dos servidores estaduais. O desenvolvimento do nosso Estado passa, antes de tudo, pela valorização do funcionalismo. Estou muito feliz em poder garantir esse benefício a mais de 100 mil servidores que acreditaram em mim e continuam confiando no nosso trabalho”, afirmou o governador Robinson Faria.

“Operação São João Seguro” no RN prende 33 homens e apreende quatro adolescentes


O Ministério da Justiça deu início, à 0h desta quarta-feira (10), nos nove estados do Nordeste do país, à ‘Operação Brasil Integrado – São João Seguro’. Estão sendo cumpridos mandados de prisões por diversos crimes em toda a região, assim como patrulhamentos táticos e barreiras policiais em pontos estratégicos, para inibir e reprimir delitos como homicídio, porte ilegal de armas e de explosivos, roubo e tráfico de drogas. O objetivo é fortalecer a integração entre as forças de segurança pública em toda a região e intensificar o enfrentamento conjunto ao crime e à violência no período que antecede os festejos juninos. Num plano semelhante ao executado na Copa do Mundo de 2014, participam de forma integrada da operação mais de 5 mil profissionais da Polícia Federal, Polícia Rodoviária Federal, Polícias Militares, Polícias Civis, Corpos de Bombeiros. Tudo é coordenado a partir do Centro de Comando e Controle Nacional, em Brasília, que mantém contato com as unidades nos estados. No Rio Grande do Norte, a ‘Operação Brasil Integrado – São João Seguro’ está sendo realizada em parceria entre a Polícia Militar, Polícia Civil e Polícia Rodoviária Federal (PRF). Até às 14h, desta quarta-feira (10), 33 homens já havia sido presos e quatro adolescentes apreendidos. A Polícia Militar realizou 26 barreiras nas regiões de divisas com os estados da Paraíba e Ceará, com o efetivo de 144 policiais militares e 49 viaturas, sendo realizada a fiscalização de 131 veículos de duas rodas, 351 veículos de quatro rodas, sendo destes 24 caminhões. Quatro homens foram detidos e um adolescente apreendido, entre eles um fugitivo da Penitenciária Estadual de Alcaçuz. A PM ainda apreendeu três armas de fogo e recuperou dois veículos, sendo um automóvel e uma moto. A Polícia Rodoviária Federal fiscalizou 126 veículos e 172 pessoas, deteve 14 pessoas e apreendeu dois adolescentes. As prisões da PRF se deram por crimes diversos, sendo: cinco por posse de anfetaminas, quatro por crimes de trânsito diversos, duas por crime ambiental, uma por embriaguez, uma por posse de pequena quantidade de cocaína. Um dos detidos pela PRF no Rio Grande do Norte possuía um mandado de prisão em aberto pela prática de homicídio, cometido na cidade de Navegantes, no estado de Santa Catarina. A PRF também apreendeu 17 m3 de madeira ilegal, 125 comprimidos de anfetaminas, três gramas de cocaína, além da recuperação de uma Motocicleta CG 125 FAN, ano 2007, com queixa de furto/roubo. No momento da abordagem a moto estava na posse de dois adolescentes. A Polícia Civil deteve 15 pessoas e apreendeu um adolescente, envolvidos em crimes diversos. As ações ocorreram e cidades diferentes e apreenderam duas espingardas, drogas e munições e recuperaram uma moto, equipamentos de informática, entre outros produtos, provenientes de roubos e furtos. Os detidos tinham envolvimentos com os crimes de peculato, porte ilegal de arma de fogo, tráfico de drogas, furto, homicídio, estupro, embriaguez ao volante, entre outros. O Ministério da Justiça já coordenou quatro edições da operação Brasil Integrado, sempre em parceria com os estados. A intenção do Ministério da Justiça é iniciar um processo de integração permanente das polícias – Militar, Civil, Rodoviária e Federal –, tendo como ponto central a utilização dos centros de Comando e Controle criados para a Copa do Mundo e montados em cada uma das 12 cidades-sede da competição.

http://www.sargentoheronides.com/